Estádio do Pacaembu

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu ou simplesmente Pacaembu, é um estádio desportivo localizado na praça Charles Miller, no final da avenida Pacaembu, no bairro do Pacaembu, na zona central da cidade de São Paulo, no Brasil.

Foi inaugurado na década de 1940 com capacidade para 70 mil espectadores e, na época, era considerado o mais moderno estádio da América do Sul.

Além do campo de futebol, parte mais conhecida, o local também abriga o Complexo Esportivo do Pacaembu, aberto gratuitamente aos cidadãos, que contém estruturas para atividades físicas variadas.

Por fim, ali também está o Museu do Futebol, construído, literalmente, em baixo das arquibancadas do estádio. Pertencente à prefeitura da capital paulista, o Pacaembu pode ser alugado para a realização de eventos diversos.

No âmbito esportivo, sua principal utilização, o Sport Club Corinthians Paulista foi a equipe que mais atuou no local, tendo disputado 1 690 jogos.

No entanto, após ter construído o seu próprio estádio, a Arena Corinthians, em 2014, o clube alvinegro reduziu drasticamente os jogos que manda no Pacaembu.

Dessa forma, o estádio, que foi um dos principais palcos da Copa do Mundo de 1950, hoje sofre com a subutilização, já que os principais clubes da cidade possuem os seus próprios campos.

Estádio do Pacaembu

História Estádio do Pacaembu

Durante as décadas de 1920 e 1930, o futebol brasileiro passou por inúmeros problemas envolvendo o controle de sua gestão esportiva. Como consequência, houve alguns resultados aquém das expectativas para dirigentes, jogadores e torcedores nas principais competições de que a seleção brasileira participava.

Dividida entre a CBD, Confederação Brasileira de Desportos, que defendia a prática do amadorismo, e a FBF, a Federação Brasileira de Futebol, organização que acreditava no desenvolvimento de um profissionalismo para a divulgação do esporte ao redor do mundo, a Seleção teve dois grandes fracassos nas primeiras edições da Copa do Mundo: sexta colocada em 1930, no Uruguai, e décima quarta na edição de 1934, na Itália.

História Estádio do Pacaembu

Com sua consolidação após a promulgação da Constituição de 1934, o presidente Getúlio Vargas iniciou um projeto de apoio nacional aos esportes, que seriam responsáveis por representar a nação ao redor do mundo. Para ele, a construção de uma nação forte através do esporte seria uma forma de demonstrar a mudança do país.

Idealizada pela Prefeitura de São Paulo em 1936, a construção do Estádio do Pacaembu também estava inserida neste modelo de pensamento. Com início das obras no mesmo ano, o prefeito Fábio Prado e o governador Armando de Sales Oliveira participaram da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da obra, na zona oeste da cidade, em janeiro.

Com a instauração do regime do Estado Novo, em 1937, algumas mudanças foram realizadas no comando da obra, já que os projetos arquitetônicos do governo eram motivações para demonstrar a força do país.

Comandante municipal a partir deste momento, Prestes Maia interrompeu o projeto, para que mudanças fossem implantadas, principalmente na ampliação do estádio e também nas colunas, semelhantes ao Estádio Olímpico de Berlim.

Quem Foi Paulo Machado de Carvalho?

Paulo Machado de Carvalho

Conhecido nacionalmente com o título de Marechal da Vitória por ter sido o chefe da delegação brasileira em duas Copas do Mundo, é considerado o maior responsável “fora de campo” pelas conquistas das Copas do Mundo de 1958 e de 1962; por conta disso, o Estádio do Pacaembu, em São Paulo é batizado oficialmente de Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho em sua homenagem.

Além disso, foi responsável pela criação de vários veículos de comunicação atuais (tanto no rádio quanto na televisão), sendo o fundador e patrono da Rede Record de Televisão e também da Rádio Sociedade Record, atual Rádio Record, conhecida também como a “Voz de São Paulo” na Revolução Constitucionalista de 1932 e uma das ferramentas fundamentais para o sucesso dos ideais revolucionários.

Estádio do Pacaembu Construção

A construção do Estádio do Pacaembu está inserida no contexto de profissionalização do futebol. O futebol trazido no final do século XIX se popularizou. A prática, que era restrita a elite, se difundiu nas camadas mais baixas da sociedade. Houve movimentos para conter a essa popularização dos “clubes de boa família”. Encabeçaram a campanha a imprensa da época e os clubes.

Entretanto, mesmo sob forte campanha pela não-popularização do futebol, a sua prática já havia se difundido nas camadas mais baixas, e encontrou lugar nas várzeas dos rios, ainda nas primeiras décadas de 1900. Em meio a crescente popularização e a resistência dos clubes de elite, iniciou-se o debate sobre o amadorismo e o profissionalismo. A querela se arrastou até a década de 1930, alguns anos antes da regulamentação, o que se via era um profissionalismo oficioso, o amadorismo marrom.

Diante desse processo, o jornal A Gazeta passou a defender que o profissionalismo demandaria a construção de um grande estádio de futebol. O argumento do jornal se sustentava no número dos torcedores. Nesse sentido, a construção de um estádio significaria um aumento do número de torcedores nas arquibancadas.

O poder público paulista assumiu a tarefa de construir um novo estádio esportivo para a cidade de São Paulo. Tal aproximação ficaria mais evidente durante a construção e na inauguração do estádio.

No início dos anos 1930, após a profissionalização, a organização do futebol paulista era precária. As constantes mudanças de regulamente do campeonato paulista e a as cisões das entidades marcaram os primeiros anos do futebol profissional em São Paulo. Para solucionar esses problemas, a imprensa aclamava por uma ação controladora do Estado, dentre essas ações estava a construção de um estádio.

O futebol ganhou novos significados após a Copa do Mundo de 1938. Foi durante os jogos que se percebeu claramente a aproximação do esporte com o nacionalismo. No contexto brasileiro, o país vivia os nos do Estado Novo. A ditadura varguista enxergava com bons olhos o nacionalismo exacerbado presente no futebol. Assim, a construção de um estádio de futebol viria ao encontro das propostas nacionalistas de Getúlio Vargas.

O novo estádio deveria ser semelhante à imagem do governo e do futebol brasileiro. Deveria ser grande, monumental. Seriam necessários elementos que legitimassem o governo e a consolidação do futebol no Brasil. Deveria evocar o sentimento nacional, além de abrigar um grande número de torcedores. Somados a esses fatores, havia a discussão sobre a Educação Física como forma de educar, não apenas o corpo.

Em 1936, a construção do Estádio Municipal de São Paulo teve início, após um acordo entre Companhia Urbanizadora de City, que doou parte do terreno, a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo. Assim sendo, o a construção do estádio significou uma grande reforma urbanística, foram construídas novas vias, o que implicou na especulação imobiliária e financeira. Do ponto de vista arquitetônico, a construção do estádio estava inserida no contexto estadonovista, que era vista como legitimadora do poder.

Quatro anos depois, em 1940, o Estádio Municipal de São Paulo foi finalmente inaugurado. Para responder as expectativas, o novo palco do esporte deveria fazer uma grande festa de inauguração. Como aponta Ferreira, mais do que fazer uma festa que representasse a monumentalidade do novo estádio, a inauguração deveria mostrar para o Brasil a “locomotiva do progresso” que São Paulo estava se tornando. Em outras palavras, mostrar para o resto do país a capacidade econômica e industrial da cidade de do Estado de São Paulo.

A presença do “Pai dos Pobres” estava dentro os eventos programados para a inauguração. O estádio seria entregue, simbolicamente, à sociedade, por Getúlio Vargas, além de contar com a presença de Adhemar de Barros e Prestes Maia, interventor federal e prefeito de São Paulo, respectivamente. Aqui fica evidente a instrumentalização do esporte, uma vez que esses políticos utilizaram do evento para capitalizar maior simpatia do eleitorado.

Estádio do Pacaembu Capacidade 2019

O Estádio do Pacaembu tem capacidade para 37.730 espectadores.

Estádio do Pacaembu Visita – Tour

O paulistano pode ser um turista em sua própria cidade. A Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação oferece visitas monitoradas ao histórico estádio do Pacaembu, na zona central da capital paulista, gratuitamente. Paulistanos ou não devem agendar a ida ao Paulo Machado de Carvalho, inaugurado em 1940 e que já recebeu partidas de Copa do Mundo de futebol em 1950.

Foram feitos pela prefeitura três roteiros. O primeiro, que dura cerca de 20 minutos, é basicamente futebolístico e envolve arquibancadas e entorno do gramado. O segundo, com 40 minutos, inclui, além disso, sala de imprensa e vestiários. Do terceiro, o mais completo, de uma hora e dez minutos, faz parte ainda uma visita ao complexo poliesportivo (ginásios poliesportivo e de tênis e piscina olímpica aquecida) e ao salão nobre.

Para todos os roteiros a entrada é realizada pelo portão principal, localizado na praça Charles Miller. Em dias de jogos e outros eventos, não haverá visitas. O roteiro poderá sofrer alterações sem aviso prévio. As visitas ocorrem de segunda-feira a sexta-feira.

Estádio do Pacaembu Museu do Futebol

Museu do Futebol

Localizado numa área de 6.900 m² no avesso das arquibancadas de um dos mais antigos estádios brasileiros, o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho – o Pacaembu, o Museu do Futebol foi inaugurado em 29 de setembro de 2008 e é um dos museus mais visitados do país.

A exposição principal, distribuída em 15 salas temáticas, narra de forma lúdica e interativa como o futebol chegou ao Brasil e se tornou parte da nossa história e nossa cultura. É um museu, portanto, aberto ao convívio de todos os públicos, amantes ou não do esporte mais popular do planeta. O atendimento ao visitante é prioridade nas ações educativas do Museu, que também concebe e desenvolve exposições temporárias e itinerantes, além de diversificada programação cultural.

Museu do Futebol

O Museu é totalmente acessível ao público de pessoas com deficiência e estrangeiros, dispondo de recursos variados, tanto de acessibilidade física (escadas rolantes, elevadores, piso podotátil, cadeira de rodas) quanto de acessibilidade comunicacional (audioguias em inglês, espanhol e para cegos, maquetes táteis, materiais sensoriais etc). Em 2013, inaugurou o Centro de Referência do Futebol Brasileiro, que possui a primeira biblioteca pública especializada em futebol no país, com mais de 3 mil títulos nacionais e estrangeiros.

Desde a inauguração, o Museu do Futebol é administrado pela Organização Social de Cultura IDBrasil Cultura, Educação e Esporte (antigo Instituto da Arte do Futebol Brasileiro – IFB), entidade privada sem fins lucrativos que presta serviço público de interesse da comunidade. Parte dos recursos disponibilizados para a administração do Museu do Futebol provém do Estado e parte provém de captações realizadas pela própria entidade (ingressos, locações, patrocínios etc.). Trata-se de um modelo de gestão de equipamentos culturais vigente no Estado de São Paulo desde 2005 e que tem mostrado resultados positivos. Além de garantir a qualidade no atendimento ao público, as organizações sociais vêm oxigenando as ações do Estado na área da cultura e garantindo uma bem-sucedida parceria entre poder público e sociedade civil organizada.

Museu do Futebol

A OS tem a função de manter os equipamentos e os instrumentos necessários para a realização dos serviços contratados, bem como a integridade física da edificação ocupada pelo Museu. Também se compromete em gerar ações e conteúdos coerentes com as especificações da instituição que administra, ao mesmo tempo em que os divulga buscando atingir e dar acesso ao maior número possível de pessoas.

 

Para agendar sua visita siga os passos abaixo:

HORÁRIOS

  • Terça a domingo: 9h às 17h (visitação até as 18h).
  • O museu não abre às segundas-feiras.
  • Horário especial de funcionamento em dias de jogos no Estádio do Pacaembu. Informe-se na agenda deste site.

INGRESSOS

  • INTEIRA – R$ 15,00
  • MEIA-ENTRADA – R$ 7,50
  • Estudantes: mediante apresentação de carteirinha válida, comprovante de matrícula (do ano corrente, impressa ou digitalizada) ou boleto bancário (com data de vencimento no mês corrente, impresso ou digitalizado).
  • Aposentados: mediante apresentação do comprovante da concessão do benefício (cartão do INSS ou holerite de aposentado).
  • Maiores de 60 anos: mediante apresentação do documento de identidade.

FORMAS DE PAGAMENTO

  • Dinheiro ou cartões: VISA, MasterCard e Elo – débito/crédito. Não aceitamos cheques.

DIA GRATUITO

  • Às terças – feiras o ingresso é gratuito para todos os visitantes.

ISENÇÃO DO VALOR DO INGRESSO

  • Crianças até 6 anos.
  • Professores, coordenadores e diretores, supervisores, quadro de apoio de escolas públicas (federais, estaduais ou municipais) e quadro da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, com apresentação do holerite do mês corrente ou anterior (impresso ou digital). A gratuidade é estendida a cônjuge ou companheiro(a), filhos e menores tutelados ou sob guarda que acompanharem a visita.
  • Pessoas com deficiência. A gratuidade é estendida a 1 acompanhante.
  • Policiais militares, civis e da Polícia técnico-científica da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, com apresentação do holerite do mês corrente ou anterior (impresso ou digital). A gratuidade é estendida ao cônjuge ou companheiro (a), filhos e menores tutelados ou sob guarda que os acompanharem na visita.
  • Taxistas, mediante a apresentação do Condutax. A gratuidade é estendida a 1 acompanhante.
  • Visitantes portando o “Passaporte dos Museus” da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.
  • Visitantes do “Circular Turismo SP”, mediante apresentação do bilhete válido.
  • Funcionários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, mediante apresentação do crachá.
  • Funcionários dos Museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, mediante apresentação do crachá.
  • Profissionais de museus filiados ao ICOM, mediante apresentação de carteirinha.
  • Grupos provenientes de escolas públicas e de instituições sociais sem finalidades lucrativas que trabalham com pessoas com deficiência e/ou em situação de vulnerabilidade social podem ter isenção do ingresso. Em caso de visita educativa agendada, o ofício será solicitado no momento do agendamento. Em caso de visita não agendada, o ofício deverá ser enviado com antecedência mínima de três dias antes da data da visita para o email [email protected] . A organização deverá aguardar confirmação da isenção por email. A análise da solicitação da isenção do pagamento não será feita no dia da visita.
  • Baixe aqui o modelo de ofício.

ALÉM DO DOCUMENTO COMPROBATÓRIO, APRESENTAR DOCUMENTO DE IDENTIDADE.

VISITAR COM CONFORTO

  • Idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, mulheres grávidas ou com crianças de colo têm acesso preferencial à bilheteria e entrada.
  • Vai estacionar na Praça Charles Miller? Compre em pontos de venda autorizados ou use os aplicativos para celular – 1 CAD (Cartão Azul Digital) custa R$ 5,00 e vale por 3 horas na Praça Charles Miller.
  • Crianças menores de 10 anos devem estar acompanhadas pelos pais e/ou responsáveis.
  • Não é permitido beber, comer ou mascar chicletes dentro do Museu. Há bebedouros ao longo da exposição.
  • Mochilas, bolsas, sacolas, pacotes, malas e guarda-chuvas devem ser deixados no guarda-volumes localizado na bilheteria.
  • Não é permitido fumar dentro do Museu.
  • Evite falar ao celular dentro do Museu.
  • Em caso de queda de energia elétrica, o acesso do público poderá ser interrompido e os visitantes que já ingressaram no Museu poderão solicitar a devolução do valor pago por seu ingresso.
  • A capacidade interna do Museu é de 1.500 pessoas ao mesmo tempo. Assim, se este total for ultrapassado, os funcionários controlarão a entrada de novos visitantes evitando a super lotação e garantindo a segurança de todos.

Estádio do Pacaembu Venda de Ingressos

A venda dos ingressos devera ser iniciada até setenta e duas horas antes do início da partida correspondentes sendo de responsabilidade do clube mandante a operação de venda de ingressos.



Além dos pontos de venda designados pelo clube mandante para a capital, a venda será realizada em, pelo menos, cinco postos de venda localizados em distritos diferentes da cidade.

Pelo Estatuto do Torcedor, a entidade detentora do mando de jogo implementará, na organização da emissão e venda de ingressos, sistema de segurança contra falsificações, fraudes e outras práticas que contribuam para a evasão da receita decorrente do evento esportivo.

NÃO PAGANTES

Por força de Lei Municipal menores de 12 anos e maiores de 60 anos são considerados não pagantes. Os menores de 12 anos, entretanto devem estar acompanhados por torcedores pagantes maiores de 18 anos. Os orientadores e os bilheteiros devem instruir o público que a entrada destes não pagantes, está condicionada a lotação dos setores conforme Art. 23 da Lei Nº 10.671.

O acesso dos não pagantes poderá ser feito nos seguintes setores: Tobogã ou no Portão Principal.

Maiores públicos Estádio do Pacaembu

O Pacaembu também já recebeu um público muito maior do que a atual capacidade. Em 24 de maio de 1942, São Paulo e Corinthians empataram por 3 a 3 jogando para 72 018 torcedores assistirem. O jogo marcou a estreia de Leônidas da Silva com a camisa do clube tricolor. Atualmente, o estádio recebe até 40 199 pessoas.

Maior Artilheiro Estádio do Pacaembu

O maior artilheiro no Estádio do Pacaembu foi Pelé com 115 gols.

Estádio do Pacaembu Setores

Estádio do Pacaembu Setores

Estádio do Pacaembu Portões

Estádio do Pacaembu Portões

Estádio do Pacaembu Mapa

Google Street View Estádio Estádio do Pacaembu

Como chegar Estádio do Pacaembu

São várias as maneiras de ir ao Estádio Paulo Machado de Carvalho, o jeito mais fácil é chegar ao Pacaembu é de metrô.

Nenhuma estação fica na porta do estádio, mas em uma curta caminhada dá pra se chegar. Se preferir, pode pegar um ônibus para evitar o deslocamento a pé.

A estação Clínicas da Linha 2-Verde do metrô é a mais próxima do estádio do Pacaembu. Dali são apenas 1,4km caminhando. Quem preferir pode pegar o ônibus 917M-10 Morro Grande na Av. Dr. Arnaldo, 292 até a porta do estádio (desembarque na Praça Charles Miller).

Outras duas estações usadas, um pouco mais distantes, são Marechal Deodoro e Palmeiras-Barra Funda, ambas da Linha 3-Vermelha. A Marechal fica a 2km a pé do estádio, distância percorrida por muitos torcedores a pé, mas que pode ser feita nos ônibus 177H-10, 719R-10, 874T-10 ou 877T-10, que sobem a Angélica (o desembarque deve ser na Av. Angélica, 1490, na Praça Buenos Aires).

Enviar pelo WhatsApp compartilhe no WhatsApp

Já saindo da Barra Funda, que fica a 2,8km, o melhor é seguir de táxi ou ônibus (208M-10 Term. Pinheiros).

Em dias de clássicos, a PM divide as torcidas e cada uma é orientada a chegar por um metrô diferente, normalmente Clínicas e Marechal. Se você pretende ir com camisa de time ou em torcidas organizadas é melhor checar essa informação antes de cada partida.

Fotos Estádio do Pacaembu

Arquibancadas

Arquibancadas

Dia de Jogo

Dia de Jogo

Fachada

Fachada

Panorama

Panorama

Tobogã

Tobogã

Estádio do Pacaembu PES

O Estádio do Pacaembu é um dos estádios que tem ou teve presente no game seu estádio virtual na franquia PES da Konami. Os gritos oficiais da torcida também estarão no jogo. O estádio se junta a outras arenas brasileiras confirmadas em PRO EVOLUTION SOCCER. Confira abaixo as fotos do Estádio do Pacaembu 2013, 2017.

PES 2013

Estádio do Pacaembu PES 2013

PES 2017

Estádio do Pacaembu PES 2017

Qual time pertence o Estádio do Pacaembu?

Santos Futebol Clubewww.santosfc.com.br

O Santos Futebol Clube, popularmente conhecido como Santos, é um clube poliesportivo brasileiro sediado na cidade litorânea de Santos. Fundado em 14 de abril de 1912, tornou-se no futebol um dos clubes mais bem-sucedidos do Brasil e reconhecidos mundialmente. O Santos ficou famoso na década de 60 pelos vários títulos internacionais e nacionais conquistados e por ter revelado Pelé, considerado o melhor jogador do século pela FIFA e também o maior artilheiro da história do Santos e da Seleção Brasileira.

Suas cores são o branco e o preto, sendo que o seu uniforme tradicional é inteiramente branco. Manda as suas partidas em seu próprio estádio, a Vila Belmiro, mas ocasionalmente desloca seus jogos ao Pacaembu. Seus maiores rivais no futebol são o Corinthians, o Palmeiras e o São Paulo.

Sociedade Esportiva Palmeiraswww.palmeiras.com.br

Sociedade Esportiva Palmeiras, conhecido popularmente como o Palmeiras, é um clube poliesportivo brasileiro sediado em São Paulo que tem como modalidade esportiva principal o futebol, com um dos times mais vencedores e que está entre as equipes com maior torcida do País.

As cores do clube, presentes no escudo e bandeira oficial, são o verde e branco. O vermelho, presente desde sua fundação em 1914, foi excluído durante a Segunda Guerra Mundial, por pressão do governo nacional, na mesma reunião que formalizou a mudança de nome de Palestra Itália para Palmeiras.

Sport Club Corinthians Paulistawww.corinthians.com.br

No âmbito esportivo, sua principal utilização, o Sport Club Corinthians Paulista foi a equipe que mais atuou no local, tendo disputado 1 690 jogos. No entanto, após ter construído o seu próprio estádio, a Arena Corinthians, em 2014, o clube alvinegro reduziu drasticamente os jogos que manda no Pacaembu.

São Paulo Futebol Clubewww.saopaulofc.net

O São Paulo Futebol Clube (conhecido apenas por São Paulo e cujo acrônimo é SPFC) é uma associação esportiva brasileira fundada em 1930, tendo interrompido suas atividades em maio de 1935, e as retomado em dezembro do mesmo ano.

No futebol, é um dos clubes mais bem sucedidos do Brasil, sendo que, dentre seus principais títulos, destacam-se os seis Campeonatos Brasileiros, as três Copas Libertadores, os três Mundiais, e os vinte e um Campeonatos Paulistas conquistados.

Quanto a títulos internacionais, o São Paulo, com 12 conquistas, é o terceiro time da América do Sul com o maior número de troféus, ficando atrás somente de Boca Juniors e Independiente. A agremiação também possui tradição em outros esportes que não o futebol, como no atletismo, onde seu atleta Adhemar Ferreira da Silva foi o primeiro bicampeão olímpico do país e quebrou recordes mundiais, os quais são responsáveis pelas duas estrelas douradas no escudo do clube.

Hino Oficial do Santos Futebol Clube

Sou alvinegro da Vila Belmiro
O Santos vive no meu coração
É o motivo de todo o meu riso
De minhas lágrimas e emoção

Sua bandeira no mastro é a história
De um passado e um presente só de glórias
Nascer, viver e no Santos morrer
É um orgulho que nem todos podem ter

No Santos pratica-se o esporte
Com dignidade e com fervor
Seja qual for a sua sorte
De vencido ou vencedor

Com técnica e disciplina
Dando o sangue com amor
Pela bandeira que ensina
Lutar com fé e com ardor

Hino Oficial Sociedade Esportiva Palmeiras

Quando surge o Alviverde imponente
No gramado em que a luta o aguarda
Sabe bem o que vem pela frente
Que a dureza do prélio não tarda

E o Palmeiras no ardor da partida
Transformando a lealdade em padrão
Sabe sempre levar de vencida
E mostrar que de fato é campeão

Defesa que ninguém passa
Linha atacante de raça
Torcida que canta e vibra

Por nosso Alviverde inteiro
Que sabe ser brasileiro
Ostentando a sua fibra

Hino Oficial Sport Club Corinthians Paulista

Salve o Corinthians,
o campeão dos campeões!
Eternamente, dentro dos nossos corações.
Salve o Corinthians,
de tradições e glórias mil.
Tu és o orgulho
dos desportistas do Brasil!

Teu passado é uma bandeira.
Teu presente é uma lição.
Figuras entre os primeiros
do nosso esporte bretão!

Corinthians grande,
sempre altaneiro!
És do Brasil,
o clube mais brasileiro!

Hino Oficial São Paulo Futebol Clube

Salve o tricolor paulista
Amado clube brasileiro
Tu és forte, tu és grande
Dentre os grandes és o primeiro!
Tu és forte, tu és grande
Dentre os grandes és o primeiro!

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado!!!

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado!!!

São teus guias brasileiros
Que te amam ternamente
De São Paulo tens o nome
Que ostentas dignamente!
De São Paulo tens o nome
Que ostentas dignamente!

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado!

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado!

Tuas cores gloriosas
Despertam um amor febril
Pela terra bandeirantes
Honra e glória do Brasil
Pela terra bandeirante
Honra e glória do Brasil

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado
Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado

Trazes glórias luminosas
Do paulista imortal
Da floresta também trazes
Um brilho tradicional
Da floresta também trazes
Um brilho tradicional

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado
Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado

São Paulo clube querido
Tu tens o nosso amor
Teu nome e as tuas glórias
Tem honra e resplendor
Teu nome e as tuas glórias
Tem honra e resplendor

Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado
Ó tricolor
Clube bem amado
As tuas glórias
Vêm do passado

 

Mascote Santos Futebol Clube

Ela é um dos maiores e mais inteligentes predadores dos mares”, diz. Enquanto a torcida continua chamando o Santos carinhosamente de peixe, o clube criou a dupla Baleinha e Baleião, mascotes oficiais que entram em campo antes de todo o jogo do time para entreter as arquibancadas e manter a tradição.

 

Mascote Sociedade Esportiva Palmeiras

O Periquito ganhou força entre os torcedores e os jornalistas esportivos, tornando-se o símbolo do clube mais vitorioso do Brasil. Desde a segunda metade da década de 80, a torcida também adotou o porco como mascote. A origem remete à forma pejorativa pela qual os palmeirenses eram chamados pelos rivais.

 

Mascote Sport Club Corinthians Paulista

O Corinthians adotou o “mosqueteiro” como seu mascote. Há duas versões sobre a origem do mascote corintiano. A primeira seria por conta do clube ter pleiteado uma vaga na Liga Paulista de Futebol em 1913, da qual apenas participavam Americano, Germânia e Internacional (como os personagens Athos, Porthos e Aramis, do romance “Os Três Mosqueteiros”, escrito pelo francês Alexandre Dumas, em 1844). Como havia outros pretendentes à vaga, o Corinthians teve de disputar uma seletiva contra o Minas Gerais (do Brás) e o FC São Paulo (do Bixiga), outros dois grandes da várzea paulistana. Após ter vencido as duas equipes, o Corinthians garantiu o direito de disputar a Divisão Especial da Liga, ganhando da imprensa o apelido de D’Artagnan, o quarto mosqueteiro.

Mascote São Paulo Futebol Clube

Até hoje o São Paulo Futebol Clube teve apenas uma mascote, que ficou marcada em sua história. Criada na década de 1940 por um cartunista do jornal A Gazeta Esportiva, a imagem do santo agradou a todos os são-paulinos, permanecendo até hoje como mascote oficial do clube. Pelo fato do verdadeiro São Paulo ter morrido com aproximadamente 60 anos, é representada por um velhinho de barba branca. É chamada de “Santo” Paulo para não confundir com o nome do clube.

Shows e Eventos do Pacaembu

Além de competições esportivas, o Estádio do Pacaembu já recebeu inúmeros eventos, desde missas campais, como a realizada pelo Papa Bento XVI, em 2007,até shows musicais. Dentre os eventos de músicas que passaram pelo local, destacam-se os shows realizados pelos grupos de rock The Rolling Stones, AC/DC, Iron Maiden e Pearl Jam; além de festivais, como o Monsters of Rock, realizado em 1994, 1995 e 1996. Em 1994, o tenor Luciano Pavarotti fez apresentação no local. Em 1993, foi a vez do ex-beatle Paul McCartney. Em 2002, a banda de Funk rock, Red Hot Chili Peppers, trouxe o show da turne By The Way para o estádio.

Em 2004, associação de moradores Viva Pacaembu moveu uma ação judicial para impedir o uso do local para eventos prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde, conseguindo liminar em novembro de 2005 para evitar tais eventos. Em setembro de 2010 o Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão, impedindo que o local seja usado para shows e eventos não ligados ao esporte.

Em 22 de dezembro de 2016, o estádio sediou o evento “Ousadia × Pedalada”, organizado pelos jogadores Neymar, então do Barcelona e da seleção brasileira, e Robinho, então no Atlético Mineiro. Parte da renda dos ingressos, que custavam a partir de 25 reais (meia-entrada liberada a todos que doassem um quilo de alimentos não-perecíveis — exceto sal —, que seria destinado a instituições de caridade), foi destinada ao Instituto Neymar Jr. (instituição sem fins lucrativos fundada pelo jogador de mesmo nome na cidade de Praia Grande, que atende 2 470 crianças carentes e suas famílias).
O evento contou com a participação de trinta mil espectadores e uma renda de 930,6 mil reais. Além de grandes craques e ex-craques do mundo futebolístico, como Gabriel Jesus, Lucas Lima, Denilson, Kaká, Elano e Romarinho, o evento contou com a participação de outros esportistas e de artistas

O Estádio Paulo Machado de Carvalho sedia também um evento da instituição GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), com uma partida de futebol repleta de vários jogadores consagrados do passado e do presente, em prol de conscientizar e mobilizar as pessoas sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infantil. O evento ocorre anualmente desde 2010. Sua última edição foi realizada em 14 de dezembro de 2016.

Lista de shows ocorridos no Pacaembu:

  • Tina Turner: 9 e 10 de janeiro de 1988
  • Luciano Pavarotti: 10 de dezembro de 1991
  • Skid Row, Extreme e Barão Vermelho: 17 de janeiro de 1992 — Hollywood Rock
  • Titãs e Paralamas do Sucesso, Seal, Jesus Jones e Cidade Negra: 18 de janeiro de 1992 — Hollywood Rock
  • Living Colour, EMF e Lulu Santos: 19 de janeiro de 1992 — Hollywood Rock
  • Chuck Berry e Little Richard: 30 de setembro de 1993 — Free Jazz Festival
  • Bon Jovi: 15 de novembro de 1993
  • Paul McCartney: 3 de dezembro de 1993
  • Kiss, Slayer, Black Sabbath, Suicidal Tendencies, Raimundos, Viper, Dr. Sin e Angra: 27 de agosto de 1994 —
  • Monsters of Rock
  • Rolling Stones, Spin Doctors, Rita Lee e Barão Vermelho: 27, 28 e 30 de janeiro de 1995 — Hollywood Rock
  • Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Faith no More, Megadeth, Therapy?, Paradise Lost, Virna Lisi, Rata Blanca e
  • Clawfinger: 2 de setembro de 1995 — Monsters of Rock
  • Gilberto Gil e convidados, Aswad, Steel Pulse, Cidade Negra e Chico Science e Nação Zumbi: 19 de janeiro
  • de 1996 — Hollywood Rock
  • Page & Plant, The Black Crowes, Urge Overkill e Raimundos: 20 de janeiro de 1996 — Hollywood Rock
  • The Cure, Smashing Pumpkins, White Zombie, Supergrass e Pato Fu: 21 de janeiro de 1996 — Hollywood Rock
  • Iron Maiden, Skid Row, Motorhead, Biohazard, Raimundos, Helloween, King Diamond, Mercyful Fate e Heroes del Silencio: 24 de agosto de 1996 — Monsters of Rock
  • AC/DC: 12 de outubro de 1996
  • Eric Clapton: 11 de outubro de 2001
  • Roger Waters: 14 e 15 de março de 2002
  • Red Hot Chili Peppers: 12 de outubro de 2002
  • Deep Purple, Sepultura e The Hellacopters: 20 de setembro de 2003
  • Iron Maiden: 17 de janeiro de 2004
  • The Chemical Brothers: 20 de outubro de 2004
  • Lenny Kravitz: 17 de março de 2005
  • Pearl Jam: 2 e 3 de dezembro de 2005

Estádio do Pacaembu Piscina – Complexo Esportivo do Pacaembu

O Pacaembu não é só futebol. Dentro do estádio funciona um verdadeiro complexo esportivo que atende o munícipe de forma gratuita.

O complexo inclui piscina olímpica aquecida com arquibancada para 3.500 pessoas; ginásio poliesportivo coberto com capacidade para abrigar 2500 espectadores; ginásio de saibro coberto com assento para 800 pessoas; quadra externa de tênis com arquibancada para 1.500 pessoas; quadra poliesportiva externa com iluminação; 3 pistas de Cooper com 500, 600 e 860m; 2 salas de ginástica e posto médico.

São de uso gratuito no Pacaembu: piscina, realização de exame médico, quadra de futsal externa, confecção de carteirinha, ginástica, musculação, condicionamento físico, dança, práticas para 3ª idade e cooper.

Tem preço público para utilização: ginásio poliesportivo, ginásio de saibro coberto, quadras de tênis descoberta e o campo de futebol.

Para tanto o munícipe deve se dirigir a secretaria do estádio, proceder a reserva de horário (desde que esteja o mesmo livre), ser informado do valor e recolhê-lo junto ao caixa do estádio guardando consigo o recibo da guia efetivamente paga como comprovante.

Carteirinha
Para participar das atividades oferecidas é necessário associar-se ao Pacaembu. Qualquer munícipe pode associar-se, independentemente do bairro ou região onde reside.
Para isso, deve-se ir pessoalmente a sua secretaria, de segunda a sexta-feira, das 9:00h às 12:00h e das 13:00h às 16:45h ,levando uma cópia da Carteira de Identidade (RG), comprovante de residência e uma foto 2×2 colorida. Menores de idade devem levar também uma autorização dos pais ou responsáveis. O acesso à secretária é pela Rua Capivari, s/n – portão 23.

Atendimento médico
Terça à sexta-feira – 9h às 11:45h e das 14h às 16:45- Sábados, domingos e feriados – 9h às 11:45h.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11)3664-4650, no fax (11) 3663.6888 ou pelo e-mail: [email protected]

Site: www.prefeitura.sp.gov.br/entro_esportivo
www.facebook.com/piscina-pacaembu

Para participar das atividades oferecidas é necessário associar-se, gratuitamente, ao Pacaembu. Basta ir até o Complexo Esportivo do Pacaembu, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h45, com uma cópia da Carteira de Identidade (RG), cópia do comprovante de residência e uma foto 2×2. Menores de idade devem levar também uma autorização dos pais ou responsáveis. O acesso à secretária é pela Rua Capivari, s/n – portão 23.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3664-4663 ou (11) 3664-4650

Vídeo do Estádio do Pacaembu

Contato Estádio do Pacaembu

Telefone Estádio do Pacaembu

  • (11) 3664-4650

Endereço Estádio do Pacaembu – Onde Fica?

Praça Charles Miller
Bairro: Pacaembu – São Paulo – SP
CEP: 01234-010

Redes Sociais Estádio do Pacaembu

Página do Estádio do Pacaembu no Facebook
www.facebook.com/estadiomunicipalpacaembu

Twitter Oficial do Estádio do Pacaembu
www.twitter.com/estadiopacaembu

Instagram Oficial do Estádio do Pacaembu
www.instagram.com/estadiodopacaembu

Site Estádio do Pacaembu
www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/esportes/estadio_pacaembu

Site de Informações
www.estadiodopacaembu.com.br